sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Belo Horizonte vai testar ônibus elétrico chinês em 2015

14/11/2014 - Hoje em Dia - BH

O ônibus elétrico – uma nova alternativa de transporte coletivo de alta capacidade – será testado em Belo Horizonte no começo do ano que vem, entre janeiro e fevereiro. A nova tecnologia, do fabricante Build Your Dream (BYD), promete custos operacionais menores, além de não emitir poluentes. O problema para a troca dos veículos na capital pode ser o custo inicial. O novo ônibus sai até três vezes mais caro do que veículo convencional.

A tecnologia está sendo testada em Curitiba e deverá continuar na cidade pelos próximos dois meses. Em seguida, o ônibus chega à capital mineira. O veículo já passou por São Paulo, Campinas, Sorocaba, Rio de Janeiro e Brasília. Os testes têm como objetivo verificar a eficiência do transporte nos trajetos específicos da cidade.

Segundo a BYD, a BHTrans já manifestou interesse em testar a nova tecnologia. Um dos empecilhos poderá ser o preço para a troca da frota. O ônibus elétrico custa até R$ 800 mil, enquanto o convencional sai por cerca de R$ 280 mil. Hoje, BH tem uma frota de 3.297 veículos.

Mesmo com um custo inicial mais alto, o fabricante prevê uma economia de 25% ao longo de dez anos. Isso porque a nova tecnologia gera redução de até 80% na energia gasta por quilômetro rodado. O fabricante também garante gastos reduzidos de manutenção.

Outra vantagem da tecnologia é o uso de baterias de fosfato de ferro, tecnologia exclusiva da empresa. Localizadas no teto do veículo e sobre as suas caixas de roda, são recarregadas de quatro a cinco horas.

"A empresa pode comprar o fornecimento de energia de cinco a dez anos e garantir preços estáveis durante esse período de contrato. Isso pode assegurar a estabilização da tarifa, já que boa parte do custo hoje, entre 40% a 45%, é referente ao valor do combustível”, afirmou o diretor de Marketing e Relações Governamentais da BYD, Adalberto Maluf Filho.

Segundo o especialista em trânsito Márcio Aguiar, os benefícios do transporte superam o valor de aquisição dos veículos, e, com o tempo, haverá economia, além de ganhos significativos para o meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário